5G na medicina: a revolução digital está chegando na saúde
5G na medicina: a revolução digital está chegando na saúde
Paulo Miranda
Paulo Miranda
Compartilhe
Índice de Conteúdo

A interessante 5G na medicina: modinha passageira, tendência ou necessidade real?

A tecnologia não se cansa (ainda bem!) e mal dá tempo de acostumarmos com uma novidade revolucionária e já vem outra pra deixar todo mundo de queixo caído, né?

Você pode estar se perguntando: “mas o que o meu espanto rotineiro tem a ver com a medicina?” Calma aí, meu amigo, e ajeite essa postura; chegaremos lá.


qXN00lZrA7bwWc BSBy6waZfDSW61CuGz8U0Wql8QRpCrIEPu7loKX17aw3k1slIq 6BhKNsvm5m25MRDHB3COfYkqauaSg7FDskLp4aVZ0Yj8PrJTETHEkAfe67UwwJHpFZACb6UAbqnNGUwkOcp6bt1iAAdG8VH6a oRZrSsZfaK6o lYh702avh QHw

“5G” – Fonte: TechTudo.com

O tema do post de hoje é exatamente sobre ele; o novo queridinho do mundo tecnológico, a vossa alteza das transações digitais: o 5G (e suas relações e impactos na saúde e medicina atual).

Qual a relação da internet 5G com a saúde?

A comunicação interpessoal atualmente, sabemos, é pautada pelas facilidades oferecidas pela internet. Dentro da medicina, isso é exponencial. As pessoas se acostumaram rápido a estar sempre online, em qualquer hora e local, prontas para marcar consultas, comparar preços, serviços e profissionais.

A internet possibilita o que o filósofo tunisiense Pierre Lévy disserta sobre uma possibilidade imensa de crescimento pessoal, desde que o indivíduo saiba domar as suas próprias vontades dentro de um território tão imenso e – acredite – sem mapa.

O que Lévy entende pela revolucionária condição da internet pode ser distante da realidade, porém, dialoga com aspectos muito comuns do nosso dia a dia.

Hoje, sabe-se, a maioria das redes móveis de dados (que possibilitam a livre navegação pela internet nos dispositivos móveis) utilizam a tecnologia 4G, que possibilita uma navegação dita rápida pelo mundo digital.

Muitas pessoas não têm ideia do que está por trás da tecnologia “Long Term Evolution”, em sua quarta geração. Tal desconhecimento, entretanto, é profundamente natural.

Acontece que não é do interesse do meio técnico informacional “desvendar” o que está por trás das 5 gerações de telefonia móvel. O leitor mais atento deve ter percebido que, ainda que falemos sobre o 4G, já são 5 as possibilidades de conexão à internet.

5G na medicina: mais que uma tendência

O avanço tecnológico desconhece limites e é preciso estar com a cabeça aberta para entender porque o 5G se faz necessário no mundo de hoje.

Essa tecnologia, é importante saber, faz parte de uma evolução natural no desejo de expandir o horizonte tecnológico dentro da vida humana.

Já que vivenciamos a quarta geração,  naturalmente o 5G seria essa nova realidade. A grande pergunta nunca foi “se”, mas, “quando”.

O momento de responder essa pergunta, meu caro amigo, chegou…

Com o crescente intercâmbio de informações gerado a cada milésimo de segundo através da internet em todo o mundo e além dele (satélites estão aí para isso), é preciso uma tecnologia que não só aumente o padrão das velocidade de conexão, mas revolucione o que simplesmente entendemos por internet. E a tecnologia 5G veio pra isso!

Acredita-se que a quinta geração possa atingir uma velocidade ainda pouco explorada pelos mais otimistas cientistas (muito embora as previsões mais modestas apontem que a velocidade de navegação chegue até 20 vezes mais que a do atual 4G).

Na prática isso significa que todo um acervo de longa metragens em alta definição, por exemplo, pode ser baixado em questão de segundos. É o que chamamos de alta largura de banda. Não haverá limites para o incrível botão de download!

Mas as possibilidades não param por aí não, viu? Abaixo listamos todas as vantagens que fazem do 5G a revolução que tanto dizem por aí.

Vantagens do 5G

Além do fator velocidade de conexão, outra vantagem notável é a possibilidade de que mais usuários usem simultaneamente o serviço de rede. Bem, você deve estar se perguntando: “mas isso já não existe?” Não da forma que o 5G pretende implantar. Venha comigo.

Com essa tecnologia, sites conseguirão, por exemplo, suportar uma quantidade maior de usuários do que suportam atualmente, sem que haja o risco de instabilidade da rede. Tal benefício irá culminar no que conhece-se por cobertura resoluta

A tecnologia irá ampliar a área amostral disponível para conexão. Tal conceituação nos remete a “internet das coisas”, que determina que vários aparatos do cotidiano possam ser operados e manipulados mutuamente e remotamente através da internet (podemos citar como exemplos os sensores da meteorologia, os smartwatches, os satélites e alguns eletrodomésticos).

Tamanha ampliação pode reduzir distâncias geográficas que ainda não foram resolvidas. Áreas rurais, antes impossibilitadas de receber o sinal móvel de internet, poderão ser contempladas. Já imaginou que revolução?

As possibilidades são infinitas e incluem a latência. Esse termo significa a capacidade que um sistema apresenta de responder a determinado estímulo.

Apresentamos abaixo um relatório sobre como o mundo se encontra perante às possibilidades do 5G. Falaremos bastante sobre isso no próximo tópico, que diz respeito à saúde dentro da tecnologia em quinta geração.

5G na medicina - dados globais e perspectivas de um futuro muito próximo
Relatório “Um mundo 5G; quase 400 operadoras em todo o mundo estão atualmente investindo ativamente em redes 5G, à medida que os lançamentos comerciais aumentam e as assinaturas móveis começam a aumentar. Mas quais países e regiões estão liderando o caminho, e quais estão preparados para ver a velocidade da rede aumentar?” Fonte: RACONTEUR.

Por que o 5G é fodástico para a medicina?

Chegamos ao ponto crucial desse artigo! Se a tecnologia 5G é isso tudo e mais um pouco, naturalmente será bem recebida em todas as áreas profissionais, não é? Na medicina não é diferente!

E alguns países que já implementaram essa tecnologia estão usufruindo muito de cada parte desse grande avanço. Com as redes de transmissão adaptadas para receber o 5G, a saúde será impactada diretamente com o avanço.

A ciência, em todas as suas vertentes, possibilita cada vez mais que o ser humano tenha uma vida com maior qualidade, e isso reverbera – claro – no processo saúde / doença.

Tecnologia 5G e telemedicina

O que esperar da telemedicina com relação a conexão 5G? Será possível o crescimento da Telemedicina como uma prática ainda mais rápida e intrínseca ao futuro da medicina.

Os profissionais que não investirem em suas mídias digitais e no contato virtual com seus pacientes irão se distanciar das novas práticas da área da saúde, tornando obsoletos.

Enquanto isso, a tecnologia avança; as teleconsultas por chamada de vídeo, por exemplo, tornarão mais acessíveis e democráticas o acesso de atendimento de qualidade a pessoas que moram distantes de grandes polos médicos.

Um outro ponto positivo será sobre um tópico já apresentado nesse texto. O paciente terá em suas mãos a chance de aperfeiçoar a sua experiência com toda a equipe multidisciplinar.

Sabe aquele tempo vago entre o paciente ligar para marcar uma consulta e a anamnese no consultório, propriamente dita? Todos os empecilhos que vierem a surgir nessa trajetória serão minimizados pela tecnologia 5G, que por meio da internet das coisas, navegará em múltiplos sistemas e marcará o melhor horário para o paciente e o médico.

Você pegou o conceito do que é isso? Sim, é inteligência artificial!

Através da interação de distintos aparelhos, como assistentes virtuais pessoais, uma análise rápida e completa será construída e repassada tanto para o médico quanto para o paciente.

Se o desejo do paciente é saber qual o melhor profissional que se enquadra em sua demanda, terá isso rapidamente na ponta dos dedos. Se o médico, por sua vez, quer otimizar o seu secretariado e organizar sua agenda, terá isso rapidamente a seu alcance. Tudo isso resultará em um processo resoluto!

O diagnóstico diferencial de patologias também terá sua perspectiva ampliada. Por meio do cruzamento de dados, informações de pacientes distintos mas com particularidades semelhantes serão cruzadas com o objetivo de se chegar a um diagnóstico específico de maneira mais rápida; isso implicará, também, dentro do prognóstico de muitos pacientes.

A experiência do médico, então, será armazenada de modo a que se chegue a um diagnóstico efetivo e um prognóstico correto.

5G na saúde: um caminho onde não terá passo atrás

Segundo o periódico em saúde The Medical Futurist, a previsão é de que o horizonte seja ainda mais fortalecido, pois cada vez mais hospitais estão investindo em tecnologia 5G, aprimorando infraestrutura de dados e construindo ambientes para esse objetivo.

Diretrizes próprias para a utilização dessa geração também já estão sendo criadas, afinal, novas normas e regulamentações deverão empreender os futuros desafios da área médica.

Processos cirúrgicos também experimentarão essa revolução. As telecirurgias serão realizadas com maior frequência, devido a excepcional velocidade de conexão do 5G.

Haverá uma maior interdisciplinaridade dentro do centro cirúrgico, com processos sendo acompanhados simultaneamente por uma equipe médica presencial e outra que está em outro país, oferecendo o melhor de seu conhecimento no processo. Por meio do auxílio da robótica, isso será perfeitamente possível e incorporado na prática médica!

A Revista Fortune, importante periódico sobre empreendedorismo, realizou um vídeo sobre informações pertinentes acerca do 5G na saúde. Conclua por você mesmo, confira o vídeo.(já adiantamos: mudará a sua percepção).

E se pudéssemos operar cérebros à distância?

Parece tão distante, não é? Eu sei, parece até mesmo ficção científica! Mas te garanto que não, isso não é um daqueles longa-metragens.

Essa tecnologia já existe e se utilizará do 5G, devido a latência baixa característica dessa geração.

Dentro da Cirurgia Robótica, aparelhos específicos já são desenvolvidos para maximizar o resultado cirúrgico de um paciente. Algumas empresas especializadas nessa tecnologia, como a Da Vinci Surgery, já trabalham, há alguns anos, com essa evolução.

Confira abaixo a imagem e descrição de um exemplar desses aparelhos.
vCiEr h2jmhxHvLBuC7F1gsUjhgpXoeAJAMeSI2bq6Fk2svxftPbQlO Y9hraSZ6F FJOEiHAIYHZ1Td04ywD inaPqEByY2Pj7IttmOJGdHXAGWKt9W7j8ORF83VHwOVUjSZXXrO9UMu9X0bBXuV5sfA4StO2qAWyRyNpDLkMXa27zrUXgMHadmPW3nkg

”SURGEON CONSOLE – Seu cirurgião se senta no console, controlando os instrumentos enquanto visualiza sua anatomia em 3D de alta definição.” Fonte: davincisurgery.com

A telecirurgia, por ser uma modalidade dependente da tecnologia informacional, anseia por um patamar mais resoluto. E ele parece ter chegado!

Serviços cirúrgicos que utilizam da robótica estão sendo implantados em alguns países que já possuem uma estrutura confortável de tecnologia 5G, como a China.

Segundo The Medical Futurist, o país já teve em seu solo realizado por um robô uma cirurgia remota no cérebro. A notícia já é espetacular, mas não para por aí. 60 segundos foram suficientes para esse processo cirúrgico. Fascinante, não é?

Através de muita pesquisa isso foi possível, e as perspectivas para o futuro são cada vez mais animadoras. Confira abaixo um vídeo que detalha o processo de uma operação neurológica a distância.

“Remebot médico movido a 5G realiza cirurgia remota no cérebro em 60 segundos” – Fonte: CGTN.

Ufa! Informação não faltou pra te convencer do porque a supremacia da tecnologia atende pelo nome de 5G! A Medicina não só poderá se beneficiar de suas vantagens, como já faz isso, conforme o exposto sobre a cirurgia remota.

“Não há para onde correr”. Essa não é uma revolução a ser escolhida. Ela já existe e intimou a saúde a fazer parte de cada parâmetro!

Acreditava-se, há algumas décadas, que o médico do futuro teria que entender o papel da internet dentro da rede de cuidado. Pois bem, esse momento chegou. O futuro fez-se presente!
A tecnologia 5G já transforma a medicina e os profissionais que a rodeiam. Resta saber qual o seu papel nessa mudança. Está pronto para todas essas possibilidades? Te garanto que ela já está por aí!

Publicado em:21/11/2022
Curtiu o artigo e quer ser colunista?
Cadastre-se para o processo seletivo de colunistas do Portal Inovação Médica e ainda receba as melhores notícias da med.

Uma resposta

Deixe um comentário

Artigos Recentes
Continue Lendo